Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

07 outubro, 2005

Valores absoluto, valores questionáveis

Italiano desperta de coma e diz ter ouvido tudo

“Um italiano que passou quase dois anos em coma profundo e era tido como um caso perdido pelos médicos despertou dizendo ter ouvido e entendido tudo o que se passava ao seu redor durante esse longo drama, segundo seus familiares” (leia mais clicando no título).

Existem certos valores que vão se agregando em nossa cultura que nem mesmo sabemos de onde vem, “verdades” que vão sendo repetidas tantas vezes que acabamos acreditando no seu caráter científico inquestionável.
Assim como no passado era cabalmente "provado" que manga com leite causava a morte, ou que em dias de tempestades, deixar espelho descoberto atraia raios, hoje acreditamos em comas irrecuperáveis, falências cerebrais irreversíveis ou em mortes dignas pela prática da eutanásia.
O problema é quando a natureza humana resolve contrariar a ciência, negando sua precisão e métodos de investigação. Os valores absolutos passam a ser questionáveis e os procedimentos se tornam condenáveis.
Só para lembrar recente acontecimento, nos Estados Unidos a Sra. Terri Schiavo foi deixada à morte por fome, após a retirada de seus tubos de alimentação, decisão conseguida pelo seu marido, junto ao Poder Judiciário daquele país.

3 comentários:

Mauro aparecido disse...

De fato, os questionamentos e o debate sobre a eutanásia devem ser revistos. A ciência mais uma vez nos surpreende. Eu particularmente, era a favor da eutanásia, mas vejo que, após os fatos, não só minhas opiniões, mas além...meus valores devem ser revistos.
Após este caso na Itália, a própria razão da vida é posta em xeque. O paciente diz ter escutado muitas coisas nesses 2 anos em coma. Podemos desse pequeno, porém vasto acontecimento, repensar nossos valores ocidentais.
Vejam, no século da globalização, da alta tecnologia, da liberdade, deixamos o humanismo, os valores.
Haverá um momento, caros amigos, e vejo-o próximo, que teremos mais uma vez de recorrer à filosofia. Provado está: Valorizamos tanto a ciência moderna, e nos esquecemos da filosofia. Resultado: Olhem para o Oriente!

Einstein estava certo.

Elaine disse...

Bem, como penso que impossível é só a morte, de resto tudo é possível. Não por acreditar em "milagres", mas sim pela propria capacidade humana de se superar. Eu acredito muito no pensamento e também em uma energia maior que nos dá força e também nos tira a força interior. Ela nos dá sua força quando acreditamos em nossa capacidade interior, ou em algo ligado a fé, e nos tira força quando não acreditamos em nós mesmos ou perdemos a esperança. Vigiar nossos pensamentos é primordial na vida, pois a partir dessa vigilância que superamos diversas dificuldades seja ela psíquica ou física, inclusive, muitas vezes desafiando a ciência.
Não vejo aquele que pede a eutanásia como corajoso, penso que ele já desistiu antes do tempo. E no caso de decisão dos familiares é complicado porque não tenho o direito de julgá-lo. Será sempre um assunto polêmico.
Enfim, rezo para que a ciência desenvolva mais e mais a sua tecnologia para salvar vidas, ou dar um mínimo de chances e esperança em alguns caso para que não venham acontecer "equivocos" como poderia ter acontecido com esse caso postado pelo amigo.
Sds...Elaine

Alice disse...

Eu fiquei morrendo de dó de terem deixado ela morrer sem alimentação , sem água , aquilo prá mim , não foi eutanásia , foi deixar ela no sofrimento .
Meu pai qdo ficou doente , ficou em coma , qdo voltou ,ele falou que ouvia td que falavam ,se desesperava pq não consegia responder,ouvi a mesma história de muitas pessoas que tbm ficaram em coma .
Acho uma coisa tão particular ,vc não quer que a pessoa sofra ,mas tbm não quer que morra .
Minha cachorra morreu com 16 anos , deve que ser sacrificada , nossa me senti, uma FDP bem grande ,mas ela tava sofrendo , fiuei repensando, que direito eu tinha ? o homem quer fazer as vezes de Deus , mas ele não é !!!