Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

24 novembro, 2005

A última do papagaio

Já que não dá para ficar levando muito a sério esse país, até porque não há coração que agüente tanta pressão, é o Supremo Tribunal alugado ao operário-meu-patrão, Garotinho candidato e eventual fiel da disputa eleitoral de 2.006, o Fluminense na bica de perder a classificação para a Copa Libertadores das Américas, por pura incompetência na reta final e, outras indignações mais que elevam meu batimento cardíaco. Não resta muita coisa a fazer senão relaxar lendo o noticiário internacional, até que as coisas melhorem, ou minha mente passe por mais uma caterse e retorne meu bom humor.


Papagaio dedo-duro

Um alemão que costumava trair sua mulher foi "denunciado" pelo papagaio de sua mulher que começou a imitar sua voz chamando o nome da amante, segundo o site Ananova
Leia Mais

Assim como o cachorro é considerado o melhor amigo do homem, esse papagaio pode ser considerado o pior inimigo que um homem pode ter.
Fico imaginando a cena, um papagaio gritando pela casa o nome da oculta amada, imitando seu ex-dono ao telefone em confissões amorosas, marcando “aquela” viagem dos sonhos à cidade dos apaixonados, enquanto dona Petra, muito atenta e desconfiada, revirava toda casa atrás das evidências deduradas por seu espião falastrão.
Uma coisa é certa para mim a partir de hoje, animais de estimação são bons companheiros e distração, mas nada de bichos falantes ou que demonstrem afeição a pessoas estranhas aos moradores da casa. Embora seja adepto da teoria do Vinícius de Moraes, que para viver um grande amor “mister é ser um homem de uma só mulher, pois ser de muitas poxa! é de colher”, nunca é bom facilitar para não restar dúvidas ou coisas mal explicadas.

A propósito do papagaio falador, me veio a cabeça a outra estória:

Uma senhora, sentido-se muito sozinha durante o dia, resolve comprar um animal de estimação para fazer-lhe companhia.
Entra em uma loja que vende animais, explica sua situação ao vendedor e o mesmo sugere que compre um cachorrinho.
Ela fica indecisa, pois cachorro faz muita sujeira e é muito barulhento.
O vendedor então sugere um papagaio, pois papagaios não dão quase trabalho.
Ela gostou da idéia e perguntou o preço do bichinho.
- Cinquenta reais, diz o vendedor.
Ela achando barato, compra o papagaio imediatamente.
Antes de sair da loja o vendedor adverte:
- Esse papagaio pertencia a um prostíbulo antes que a gente o comprasse.Portanto ele fala algumas grosserias de vez em quando, mas é muito esperto.
Como a senhora estava determinada a comprar opapagaio, ela resolve levar o bicho assim mesmo.Chegando em casa coloca o papagaio em uma gaiola e pendura a mesma logo na entrada da sua casa.
O bicho olha em volta e depois olha para a senhora e diz:
- Nova casa. Nova cafetina.
A mulher fica um pouco espantada e envergonhada mas depois acha engraçado.
As filhas da senhora chegam da escola e o papagaio diz:
- Nova Casa. Nova Cafetina. Novas Putas.As meninas ficam espantadas, mas a mãe explica ocaso e elas também acham engraçado.
O marido chega a noite e o papagaio após olhar para ele, diz:
- Nova Casa. Nova Cafetina. Novas Putas.Oi George!!!
Mudou de puteiro também???

6 comentários:

Vera disse...

Ozéas meu caro amigo, seu humor está Ó T I M O!!! Bjs de fã

Marcos disse...

Caro Ozeas:

O mundo é pequeno e tem muitas esquinas, tenho medo de me encontrar com alguns papagaios por ai, mas quem não tem ?

Abçs

Marcos
www.gotasdefel.blig.ig.com.br

Elaine disse...

Acho que um dia vou ter um papagaio. Achei demais!
Que bom que seu humor está ótimo!
sds...

Saramar disse...

Vou comprar um papagaio hoje...rsrsrsrsrsrs

Marcelo Orlando disse...

Olá Mr Ozéas!
Sei não se o seu Flu passa!!
Eu adoro papagaio, mas esse dedo duro, aliás, bico duro, não seria bem vindo... rsrs...
Adorei a piada do papagaio... abços...

Alice disse...

rsrs