Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

02 novembro, 2005

Cannabis sativa

“O ministro da Cultura, Gilberto Gil, afirmou na noite de ontem que a crise política foi uma ‘oportunidade maravilhosa’, nos últimos três meses, para a ‘rearticulação interna’ do governo e o ‘aprofundamento de conversas’ com os ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil. ‘(A crise) sacudiu o governo, a interministerialidade foi muito mais ativada nesses últimos 3 meses, até porque a gente teve mais sossego internamente para trabalhar. A crise estava lá fora, e a gente cá dentro, trabalhando’”. Leia Mais

Quem tem um ministro que pensa assim só pode andar bêbado, ou realmente, o que é pior, a vaca foi para o brejo com aftosa e tudo.

E há quem diga que a maconha não destrói os neurônios!

6 comentários:

Lata Mágica disse...

Agradecemos a gentil visita. Ficamos impressionados , pois somos tão jovens e tivemos atenção do senhor. Seu blog trata de temas tão importantes e é muito conceituado pelos visitantes, percebemos isso em alguns comentários.

Estamos contando histórias da Lata. Apareça lá. Um abraço.

Elaine disse...

Ministro? Não ele não é nunca foi ministro. Ele é figura decorativa do ministério da cultura. Passa mais tempo fazendo show do que trabalhando. Nem levo em consideração o que essa criatura fala.

Vera disse...

kkkk...Ozeas, concordo plenamente contigo. Abraços

Marcos disse...

Caro Ozeas :

Pera lá, o Gil confuso? aonde? quando ? e porque?, ele não sabe nem onde está, quanto mais o que diz........

Abçs

Marcos
www.gotasdefel.blig.ig.com.br

Jacaré Doido disse...

Esse Gil é um palhaço Ozeas! Não dá pra escutar as baboseiras que ele fala. Ficou deslumbrado com o poder, acabou com a sua biografia. Um bundão!

Anônimo disse...

Eu prefiro ouvir a sua filha Preta Gil dizendo que é total flex. A argumentação dela tem mais sentido do que o Ministro Gil.