Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

28 novembro, 2005

Carta ao Leitor

Manter um Blog em funcionamento não é para qualquer um não, na verdade manter o Blog até que é fácil, difícil é a disponibilidade de tempo para ler notícias na internet, pesquisar em outros Blogs e comentar assuntos que sejam interessantes e criativos, afinal, como dizia o antigo bordão do rotativo concorrente, “quem lê jornal sabe mais, quem lê O Globo sabe muito mais ainda”, tento melhorar e completo, “quem lê Blogs sabe até mais do que O Globo gostaria que soubéssemos”.

Não obstante as dificuldades normais daqueles que como eu, labutam de sol a sol para tirar o sustento das crianças, escrever num Blog é participar de uma comunidade de leitores, assíduos e críticos, amigos e interessados. Não basta postar, tem que participar, não basta gostar, tem que escrever, escrever e escrever.

Sem dúvida que alguns assuntos mais pulsantes nos impelem a fartos comentários, nos estimulam a vários ângulos da informação, obrigam-nos a posições ideológicas, filosóficas e políticas, traçam linhas imagináveis nos leitores e geram expectativas quanto ao próximo post. Passamos a ter compromissos com os amigos-leitores, compromissos que na correria diária por vezes deixamos de cumprir. A mim pelo menos é decepcionante a incapacidade temporal e física para realizar a palavra escrita, para registrar na tela em branco do computador as concordâncias e os verbos que acionaram determinado momento. Quanta inveja tenho daqueles que possuem capacidade e podem se dedicar diariamente a arte da escrita, a arte jornalística e a lide das palavras.

Pequeno é o tempo para tudo, para o trabalho, para a família, para o amor, para os amigos, para a vida. Grande é a divisão que fazemos do tempo num inconciliável e inútil ajuste de tarefas cotidianas, queremos beijar os filhos enquanto estudamos, ao mesmo tempo em que amamos quase que na própria mesa de trabalho e, damos aos amigos a mínima fração de disponibilidade, mesma quantidade que ofertamos as outras prioridades que elegemos em nossa vida, deixando a todos e a tudo a enorme sensação do incompleto e não realizado, frustramos as alheias e as nossas expectativas. Assim também fica o Blog, sempre carente de artigos, fotos ou comentários, disputando com o pouco espaço do laser seu momento de acarinhamento e dedicação.

Escrever num Blog é coisa séria, não duvidem aqueles que sempre nos dizem “você perde muito tempo com isso”. O Blog realiza nossa alma enquanto nos aproxima das pessoas e revela nossas idéias, ao mesmo tempo nos ensina que não estamos totalmente errados no mundo com nossas “loucas” conclusões, nos coloca diante de verdades insofismáveis que passam a ruir como castelos de areia, diante da primeira garoa de idéias livres e não compromissadas com alguma forma de poder. Se “pensamos porque existimos”, escrevemos porque pensamos, esse dom só Deus pode nos tirar.

O caminho por vezes é de pedras e íngreme sua inclinação, mas dentro do possível vou em frente. Aos amigos-leitores do “Blog do Ozéas” agradeço o permanente estímulo e a compreensão.

11 comentários:

Marcos disse...

Caro Ozeas :

Thanks pelos comentários, seu dilema é o mesmo que o meu, a hora que não consseguir manter a regularidade prefiro parar,a té lá vou equilibrando o blog na ponta do queixo e o trabalho no nariz,porque o resto do corpo já está todo ocupado.

Abçs

Saramar disse...

Ozeas, boa noite.
Voce descreveu os dilemas dos blogers. Tempo, tempo, tempo. Tempo que, muitas vezes, roubamos da nossa família. Porém, o blog é um mundo, um mundo pessoal e, ao mesmo tempo coletivo, o quei mplica em responsabilidade, compreensão, empatia e muita paciência. Ou seja, é um micro cosmo social, onde nos enfiamos como num casamento. Sem saber se seremos felizes ou eternamente insatisfeitos e chateados.
Ótimo, excelente post.

Serjão disse...

Rapaz vc acabou de escrever "O Tratado do blogueiro sem tempo". Cheguei às 18:30 e estou até agora aqui sem banho nem jantar.(21:00) Ô Cachaça viciante essa. Podia ser pior (orkut por exemplo)Mas não se cobre, Ozéas. Se não vira trabalho. E se virar trabalho deixa de ser, antes de tudo, um prazer; Abraços

Elaine disse...

Ozéas, primeiro quero agradecer suas palavras de carinho e conforto com essa amiga blogueira.
Quanto ao blog e blogs você tem toda razão. É difícil mantê-los sempre atualizados. E, as vezes, não é só por falta de tempo não, é também por falta de inspiração e até reflexão de pensar tipo: Poxa, posso reunir tantas pessoas em meu blog ou site e porque não tê-las por perto e fazer dessa "reunião ou união de pensamentos" em algo mais real, mas palpável, mas forte e unificado, talvez essa seja a palavra certa.
Então, em alguns momentos, não sei no seu caso, mas já aconteceu comigo e com várias pessoas da minha área(cultura)dessa necessidade de se sair do virtual e usar todo o potêncial dos "grupos pensadores" em discussões, foruns e projetos.
Eu acho que um dia vc também vai ter essa sensação de desejar algo mais que essa troca do seu excelente blogger. Mas enquanto isso não acontece, não se preocupe nos dias que vc não puder postar aproveite os momentos - não vistuais - ao lado de sua família, amigos e seu amor.
Muitos beijos e muita luz para vc.
Sds...Elaine Paiva

Marcelo Orlando disse...

Olá Ozéas!!
Falou tudo e mais um pouco...
Manter o blog "atualizado" e fazer as leituras dos amigos (e comentar) não é fácil... é prazeroso mas exige uma certa disponibilidade de tempo que, nos dias de hoje e principalmente por estar próximo do final de ano, fica muito limitado.... principalmente quando se tem família... O que me dá ânimo pra continuar são essas opiniões "não enlatadas" que aqueles que por aqui e por ali passam nos presenteiam com argumentos e críticas interessantes, construtivas e até mesmo hilárias... Continuemos... abços...

Ricardo Rayol disse...

Como diria Sheakspeare: "Alea Jacta Est"!. Sei bem o que é sustentar um processo criativo contínuo. Somos todos solidários. []'s

Sérpico disse...

MENSAGEM AOS BLOGEROS, AMIGOS E OPOSICIONISTAS.

Como conseqüência das visitas indesejáveis que sofrera esse blog assim como blogs amigos e aqueles pro governistas. E de soma importância que todos nós exerçamos nosso direito democrático de discordar. E imprescindível fechar fileiras frente ao que aparece como um sinal claro de tentarmos controlar em nossos pensamentos e atos. Como outrora o fizer a ditadura militar.
De aqui a pouco vão apresentar alguma lei para controlar a Internet sob o pretexto de que a democracia está em perigo. E ali meus amigos a coisa vai pegar.
O que esta em jogo não e só a posição política de cada um de nós. O que está em jogo e a liberdade de expressão e nossas liberdades individuais que o sistema democrático nos assegura na constituição.
Político nenhum, de oposição ou de situação, está preocupado com a democracia. O único que preocupa aos nossos políticos e: AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES e não perder a regalias de continuar no poder.
Por esse motivo amigos blogeros, devemos realizar um movimento nacional em defesa da liberdade de expressão e das liberdades individuais. Sem bandeiras políticas e com o único objetivo de exigir que se cumpram nossos direitos constitucionais.
Temos em nossas mãos a melhor arma que um cidadão pode querer: A INTERNET.
Dessa maneira os políticos perceberam que a nossa atitude merece atenção. Nossa atitude deve promover uma mudança dentro do sistema político nacional. Mudança que contemple o respeito ao eleitor e a promoção da ética como única maneira de fazer política.
O momento político e impar para modificarmos todo aquilo de errado que prejudica principalmente a nós cidadãos que pagamos impostos e que ajudamos a sustentar esse bendito país que se no fosse PELA PUTA CORRUPÇÃO seria o melhor pais do mundo.

VIVA O BRASIL, PATRIA AMADA!

Marcos Vasconcelos disse...

Falou e disse Ozéas. É isso, mesmo roubando a nós mesmos, fica o nosso modesto grito estampado na blogosfera como testemunho de que estamos vivos, mesmo cansados, mas não subjugados.

Forte abraço.
MV

claudia disse...

meio atrasadinha...

Mas adorei o que escreveu...
é tudo isso e muito mais ...
rsrs
mas isso a gente discute outro dia..
beijo no coração...

Santa disse...

Sou a prova da falta de tempo,visto que só consegui chegar agora...rs

Ozéas, o prazer pode ser o antídoto da aflição.Ampliar o círculo de amigos, gestos de solidariedade,trocas com os leitores, além de criar ambiente democrático das idéias, é impagável.
Vida longa aos blogs!!

Um bj

Alice disse...

Acho que acima de td deve ser uma maneira que traga prazer e não vire obrigação .
O mais legal ,é mesmo não conhecendo ,de passar a ter carinho e bem querer :)
bjins