Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

26 junho, 2006

Bagdá


Depois que tiveram seu “Caveirão”, blindado usado para operações especiais, danificado por três granadas, os policiais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais da Polícia Civil – CORE, tiveram que descer o “Complexo do Alemão”, conjunto de morros do Rio de Janeiro com intenso movimento de drogas, a bordo de uma Kombi de frete, até que reforços da Polícia Militar chegassem ao local (leia mais).

Fico imaginando um turista buscando uma rota de descanso e lazer para suas férias, quando de repente dá de cara com essa foto estampada nos jornais e sites pelo mundo afora.

Tudo bem que não é a regra, mas não podemos deixar de ver a exceção, ou seria humilhação?

10 comentários:

luma disse...

Já que estamos em copa do mundo... o Brasil fica com pretensão de sediar copas. Como? Com essa falta de segurança? Lembra da briga que teve agora após o jogo de Alemanha e Suécia? E se fosse aqui?

Concordo com você que algumas humilhações poderiamos ficar sem tê-las. Mas é essa a nossa realidade.

Beijus

S0MBR4 disse...

OZEAS!
Pedi pinico pra vc num post sobre a Varig no fim de semana!!!rsss

Altas dúvidas juridicas!!!

Abs

Gusta disse...

Putz!!!!

vera disse...

Que tristeza!!! Uma comédia dramática, mestre Ozéas. :-) Bjs de fã

Star disse...

Ozéas,

Só não é o fim da picada porque nesse país parece que a picada não tem fim, sempre dá pra ficar um pouco pior do que já esta, se isso nos envergonha imagine o que faz na moral das tropas.

Beijo

Santa disse...

Depois do comentário da Star, não sobra nada. Post e Star. Impagáveis!!!

Bjs

Serjão disse...

Nem precisa da foto; Só o assalto ao onobus inglês já seria suficiente para devastar a imagem do Rio. Mas sobre o seu comentário sobre a rosinha, eu deixei claro que é uma pérola no lodaçal. Como tomei conhecimento tinha que registrar. Até no Governo do seu patrão há pontos positivos. Só em não ter inventado a roda, seguindo a política econômica de FHC, já é um ponto pósitivo. mas no contexto geral a imagem permanece a mesma. Abração

Emanuelle disse...

Adorei o texto. Singular.
Beijos.

Nat disse...

Ozéas,

Qual a diferença em nossa guerrilha urbana e os conflitos a faixa de Gaza ou do Iraque??? Guerra civil por guerra civil...

Elaine disse...

É humilhação mesmo.
beijos...Elaine