Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

13 junho, 2006

Mão à palmatória


Tenho que reconhecer, o operário-meu-patrão deu uma dentro, o “fenômeno” está gordo.

Na estréia do Brasil na Copa da Alemanha, nosso atacante-garoto-propaganda-nike teve um desempenho desastroso na sua função de atacante-jaqueira-parada. Com exceção da um único fruto lançado contra o gol croata, não serviu nem para fazer sombra dentro da área adversária.

5 comentários:

Alice disse...

È, antes Ozéas falavam ,o fenômeno
era um Talento e agora falam dele pq tá lento ,misericórdia , sou mais o Robinho .
Bom dia :)
Bjins

Alexandre, The Great disse...

Ozéas.
Tanto "é verdade que o Ronaldo está gordo, quanto é verdade que o operário-seu-patrão bebe prá caramba".

A primeira é o pressuposto da segunda.

Ricardo Rayol disse...

Pelo menos ele amarelou no primeiro jogo e não numa final ehehehehe

vera disse...

Pois é mestre Ozéas, eu concordo, mas caírem matando em cima dele não está certo! Se deixarem o Ronaldo em paz, capaz que faça um jogão. Vou torcer! Beijo grande

Elaine disse...

Ozéas, se o time brasileiro continuar jogando essa pelada, não passaremos pela Autrália. Como diz minha amiga Alice: Misericórdia!
beijins tio...Elaine