Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

01 julho, 2006

Pequenos detalhes

A população de Portugal é pouco mais de 10 milhões de habitantes, a população brasileira é superior a 180 milhões; mais de 50 % dos jogadores de futebol em Portugal são “estrangeiros”, ou seja, Portugal é importador de “tecnologia da bola”, já no Brasil é incalculável o número de jogadores profissionais de futebol, somo o maior exportador de jogadores do mundo; o técnico da seleção de Portugal é brasileiro, mas faz questão de levar a mão ao peito e cantar o hino português antes do início da partida, o técnico da seleção brasileira é brasileiro e mal abria a boca para cantar o hino do seu país antes dos jogos; o técnico de Portugal de tanto entusiasmo e participação durante o jogo, só falta ser expulso de campo pelo árbitro, enquanto o técnico brasileiro se saísse do banco de reservas, corria o risco de ninguém perceber; em Portugal o técnico foi acusado de mudar do estilo de jogo da seleção ao goleiro, não teve medo de ousar e mudar quando preciso, no Brasil o técnico foi permanentemente acusado de ser “cabeça-dura” e não trocar os “medalhões” do time; em Portugal o técnico da seleção não faz propaganda de cigarros, bebidas ou jogos de azar, no Brasil o técnico faz “dobradinha” com seu protegido, que a propósito está um pouco fora de forma, em anuncio de cerveja, quem sabe tinha ai um bônus extra para cada vez que o “craque” fosse escalado a entrar em campo, na mesma hora que a propaganda aparecesse na televisão?

Como diz o ditado “há males que vem para o bem”, perdemos um técnico campeão para outra seleção que ainda está na disputa; perdemos o campeonato mas renovamos antes do início da Copa, até o ano de 2018, com o patrocinador de uma famosa marca esportiva o contrato de publicidade que vai render 12 milhões de dólares por ano a CBF, a propósito, mesmo patrocinador particular daquele “craque”, que continua um pouco fora de forma; perdemos a Copa do Mundo, mas junto se vai uma “escola de futebol” que afogou Telê Santana em magoas e dores no coração, quando perdeu também sua Copa, só que com uma das mais belas seleções que já se viu jogar; perdemos o campeonato mas em compensação não teremos que ouvir os “sábios” comentários do Galvão Bueno e seus convidados especialistas (Ana Maria Braga, Ivete Sangalo etc); perdemos a Copa mas também não teremos o “aerolulla” desembarcando em triunfo no Planalto um time de idosos e sonolentos, provando que o importante não é jogar bonito e fazer as coisas com garra e raça, mas burocraticamente; perdemos o campeonato mas voltamos a nossa realidade, que embora dura é para ser vivida, combatida e modificada, ainda esse ano.

Mas não há porque se lamentar, afinal, “Felipão é nosso” e a zebra pode pintar; a Argentina também foi embora, não podem nos gozar; o Fluminense ainda é o quarto e quem sabe pode ganhar; o Sr. Geraldo não é o ideal, mas pode virar.

14 comentários:

Alice disse...

Oi Ozéas , voltei :)
Coisas que eu não entendo , tem algum mistério nessa Copa , pensa comigo, por pior que seja um time , mesmo que fosse o Tabajara rs não ia ser tão apático assim ,parecia coisa combinada , aquela do Roberto Carlos ficar arrumando as meias e o gol ter saído do lado dele , me cheira mal ... queria muito acreditar que não seja a copa das cartas marcadas !!!
Não é normal um time estar morto em campo .
Dou os parabéns para o Lúcio e o Juan ( Ruan ? ), só via os dois em campo ...
Sabe qual o exemplo ,que eu tiro do Parreira ? de não querer ser igual a ele nunca , conformado ,desmotivado ,eca .
Bom final de semana :)))
E 3ª vamos lá , torcer pelo Felipão !!!
bjins

Serjão disse...

Vc tocou num ponto para mim fundamental. Por que temos que presumir a honestidade de uma pessoa? mesmo que não exista conchavo entre a Brahma, Ronaldo e Parreira isso dá margem á dúvidas. É a estoria da mulher de César.
Também abordei isso relembrando a decisão do Nacional de 84. Lembra que o Fluminense tomou sufoco dois jogos? Pois é. Ali começou o Parreira. mas ele disse que não se importava em jogar feio. O negócio era vencer. Fez um pacto com a critica. Como não ganhou agora vai ser Lazaronizado, Com merecimento

vera disse...

A verdade é que o Brasil jogou mal e não merecia ganhar. Mas puxa vida! Bem com a França?! Sabe aquele nó na garganta?! Pois é, agora a luta contra os corruptos, vai continuar... Que vença o melhor para o Brasil! Obrigada mestre Ozéas, pelo seu comentário em meu blog. Ânimo já! :-) Bjs de fã

Anônimo disse...

O Corrupto Lula com os seus comentários urucubaqueiros sobre o ronaldo, deu o maior azar à nossa seleção brasileira, desequilibrou emocionalmente os nossos jogadores. Não podemos perder duas vezes, por isso temos que detonar o culpado maior da derrota da seleção - Cai Fora, Sr. Bola Murcha LULA.

Por: Carlos Pinheiro

Angela disse...

Professor, apesar de tudo isso estou feliz porque sinto que o mundo que vi hoje ainda é o mundo que conheço, onde aqueles tem objetivo, sabem enfrentar as dificuldades, se preparam, se dedicam, são honestos e dignos no que fazem, vencem.

Aposto no Sr. Geraldo exatamente por isso, não é uma grande estrela, não tem carisma, não é de muita conversa, mas é prepardo, honesto e dedicado.

Você viu que assim que a seleção perdeu a cerveja entrou com o comercial do Zeca Pagodinho dando uma de Ronaldinho... o que uma boa agência de propaganda não faz?

Boa semana e viva Portugal!!!

Um beijo

+ Kazzx + disse...

Caro Ozeas,

Deixei um comentário aqui ontem e sumiu, mas tirando o Flu que não vai chegar e o Geraldo que a oposição vai abandonar na estrada estou com você em número genêro e grau , eta timinho soberto este hein???

Abçs

Ricardo Rayol disse...

Bom, Parreira sofre do mesmo mal que o falecido Telê e deu no que deu. Pelo menos não vão usar na campanha.

Marco Aurélio disse...

O parreira clone do kiko do chaves levou baguete!
Nunca vi NENHUM jogo a não ser o de ontem onde um time só consegue chutar contra o gol adversário aos 45 min do segundo tempo.

Um abraço

Marco Aurélio

Blogue da Magui disse...

Futebol e um esporte e nao um exercito defendendo a honra da patria.Esse argumento foi usado quando o brasilerio tinha um medo de se pelar dos europeus.A patria de chuteiras.Hoje e dinheiro e nada mais.Euros , preferencialmente.Eles perderam mas nem virao prestar contas aos torcedores brasileiros. Ficarao por la onde moram e vivem.Somos umas bestas.

Elaine disse...

Pois é meu amigo. O Brasil chora suas mágoas porque um time que nem se importa com eles perdeu. Espero que nas eleições venha ser diferente e, o brasileiro apaixonado por futebol, se apaixone também pelo seu país e vote certo.
Beijos amigo!
Sds...Elaine Paiva

S0MBR4 disse...

Estou limitado em nossa torcida com o Flu! O resto é o resto!

;-p

Alexandre, The Great disse...

Professor.

Gostei mesmo foi da lembrança do nosso Fluminense em 4º lugar.

O resto... é o resto!

Saramar disse...

Ozéas, apesar dessa estranha mania de torcer para o Fluminense, o post é perfeito e reflete exatamente o nosso sentimento.
Você, como sempre, ensina.

Beijos e uma excelente semana.

Blogger disse...

VaporFi is the #1 electronic cigarettes supplier.