Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

20 julho, 2006

Sem gosto e sem cheiro

Acabo de sair do Blog da Santa, mesmo sem tempo para comentar nos Blogs amigos não os deixo de ler diariamente, todos. Considero muitas pessoas merecedoras de respeito na rede, portanto, acompanho e indico suas pautas regulares.

Leio e pondero sobre as considerações e artigos transcritos por meus amigos “resistentes”, verdadeiros companheiros de batalha, que já me convenceram merecedores de apreço. Admiro suas posições corajosas, são amigos voluntariosos e patriotas, preocupados com a honra e a dignidade.

Hoje no Blog da Santa li o texto do Diogo Mainardi, “voto de nariz tapado”, publicado na Veja, Edição 1965, julho 2006, não o tinha lido ainda, confesso que fui sacudido. Encontrei lá o seguinte e muito mais:

“... Eu sei que me arrependerei deste artigo. Ele me perseguirá pelo resto da carreira. Ficará grudado em mim como uma alface no dente da frente, avacalhando minha imagem, cobrindo-me de vergonha. Geraldo Alckmin é um mau candidato, tem um mau partido e, se eleito, será um mau presidente... Em tempos normais, eu argumentaria que é melhor se abster do que votar. É melhor ir à praia do que votar. É melhor ficar cochilando no sofá do que votar. Só que este é um momento particular. Os petistas precisam ser punidos pelo mensalão... Todos os mecanismos democráticos falharam, e restou somente essa saída plebiscitária, essa saída bolivariana, essa saída bananeira... Meu primeiro compromisso como cabo eleitoral de Geraldo Alckmin é ignorá-lo até outubro. Vou parar de ler seus discursos na imprensa. Vou parar de ver seus programas na TV. Quero simplesmente tapar o nariz e votar...”
(Leia na integra, clique aqui)

Não é de hoje que defendo a candidatura do engenheiro-economista-educador-senador-e-digno CRISTOVAM BUARQUE. Tenho uma dezena de razões para acreditar que entre os oferecidos ao sufrágio em outubro, CRISTOVAM é o melhor candidato, mas o que fazer, se seu único ponto percentual na corrida eleitoral insiste em manter-se estável. Num Brasil escravizado pela ignorância, seria muito difícil mesmo esperar uma candidatura viável com alicerceis fundados na educação. Mas não vou lamentar, simplesmente também vou tapar meu nariz e vou mudar.

Aceito os argumentos e me rendo à realidade, vou votar pela democracia, para que no futuro me reste a oportunidade de uma escolha melhor. Virei a casaca sim, mudei de lado, vou trair minhas convicções, mentirei para minha consciência.

Também vou votar no Sr. Geraldo Alckmin. Sei que por baixo de todo esgoto corre água limpa, vou me enfrentar, ou como diria um amigo meu, “chegou a hora de botar a mão na merda”.

12 comentários:

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Bom artigo.
Veja as novidades imperdíveis no Estados Gerais.

Um abraço,

Serjão disse...

Meu amigo Ozeas. Seja bem vindo à canoa do menos pior. Fui um dos defensores de primeira hora do Chuchu, sempre argumentando que não faria campanha pelos motivos que o Mainardi citou. E como apanhei por isso. Tenho uma certa simpatia pelo Cristóvão e o tenho como um homem de bem (pelo menos aparentemente)Mas o seu desempenho no Ministério da Educação foi meio devagar, acho que ele não soube implementar as propostas e com certeza faltou comunicação. Vamos lá. vamos ver o que vai dar com Alckimim. Um abraço

Elaine disse...

Serjão tem razão Ozéas. Eu também tinha em mente votar no Cristóvão e, sinceramente, ainda não tomei minha decisão. Até o momento, eu só sei em quem NÃO VOTAREI.
No mais, vamos ver qual o destino reservado ao nosso país. Ou melhor, o destino que seu povo dará a ele.
Beijos e Feliz Dia do Amigo.
Elaine

Walter Carrilho disse...

Eu vou votar de nariz tapado e bolsos fechados, pois sei que algum lugar da minha carteira vai doer. Tô nessa canoa também...

Santa disse...

Ozéas querido, que maestria e demonstração de tudo de bom.

Pois é. Relutei e chegou no limite. Ou tomamos uma atitude ou ficamos como zumbis internéticos. Eles aprontam, aprontam, nos ferem de morte e ainda nos cabe buscar uma solução, se não a melhor pelo menos a mais prudente nessa hora.


Beijos no coração!

patrickgleber disse...

Grande texto Ozéas é isso mesmo.

Olha só, tem gente que diz que o voto na senadora Heloísa Helena é um voto de repúdio a tudo o que está aí. Mas o meu conselho a estas pessoas que pensam dessa maneira é que votem no Cristovam Buarque.


Abraços e dá uma passadinha no meu blog e veja a seguinte notícia

***

ATENÇÃO BLOGUEIROS QUEREM NOS CALAR!

Na terça-feira passada o site do Tribunal Superior Eleitoral trouxe a seguinte notícia:

“PSL pergunta se blogs podem opinar sobre candidatos

Brasília, 18/07/2006 - O secretário-geral da executiva nacional do Partido Social Liberal (PSL), Ronaldo Nóbrega, protocolou Consulta junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na qual questiona se os blogs podem opinar sobre os candidatos.”

Veja tudo sobre a notícia veiculada pelo site do TSE no meu blog e opine você também


http://www.blogdopatrick.blogspot.com

vera disse...

Mestre Ozéas: esse é o caminho, para acabar com a corrupção instalada. Não há outra saída: POR ISSO VOTO EM ALCKMIN, ao menos é íntegro e tem vasta carreira política. :-)Bjs de fã

+ Kazzx + disse...

CAro Ozeas,

Infelizmente minhas mãos ainda estão fedendo de todas as eleições que deu procuração para estes sacripancas fazerem o que bem entendem com "nosso" patromônio, agora chega, com meu respaldo não...a hora que o sistema mudar, repenso no assunto.

Abçs

Blog do Reinaldo Azevedo disse...

Os sites dos candidatos já estão na rede.

O que tem a aparência mais high-tech é mesmo o do Babalorixá. Está essencialmente voltado para o “muito” que foi feito até aqui e mostra o quanto “o Brasil mudou”. No link “conheça seu candidato”, um trecho emblemático: “A criança que viu a luz em Caetés, sob o céu azul sem nuvens do sertão de Garanhuns, conseguiu, antes de mais nada, sobreviver.” Até para falar sobre o próprio Cristo, isso seria dito com mais cuidado. O site está neste endereço: www.lulapresidente.org.br.

O do tucano Geraldo Alckmin também lista seus feitos como governador e parece organizado a partir da seguinte premissa: o Brasil pode melhorar. A fisgada fica por conta da enquete: “Você acha que o presidente Lula sabia do mensalão?” A pergunta é boa. As oposições acham o quê? Se achavam que ele sabia, por que não foram em cima dele? O endereço é este: www.geraldo45.org.br.

O site de Madre Tereza está pronto. A campanha de Heloisa Helena (PSOL) está no www.heloisahelena.com.br. De cara, abre-se um pop-up destinado às mulheres. Há quatro meninas e a candidata sorridente, em meio a flores. Na mensagem dirigida às camaradas, uma análise singular sobre a especial aptidão das mulheres para a política: “Você, eu, nós que temos a capacidade de gerar outro ser, temos também o dever de gerar alternativas para que a nossa ação criadora, realmente ajude outras mulheres a conquistarem a liberdade de Ser...” Esse papo de "liberdade de ser" tem tudo a ver com o socialismo... Se a gente tirar a vírgula entre o sujeito e o verbo, não sei se melhora grande coisa.

E há o de Cristovam Buarque (PDT): www.cristovam.com.br, o mais pobrinho deles todos. No link para o Blog do Cristovam, informa-se: “Na banca 40 que é de salada de frutas e sorvetes e que foi fundada em 1927, Cristovam convidou 5 crianças para tomar sorvete com ele: Tôtila, Ketlin, Maurício, Jefferson e outra Ketlin. Cristovam, fã de salada de frutas, aproveita para comer e conversar com as crianças.”

É uma invasão de "Ketlins". Sobreviveremos?

Visite o Blog Reinaldo Azevedo
http://blogdoreinaldoazevedo.blogspot.com/

Serjão disse...

Meu amigo...Até mudei o texto. Se todos seguissem a sua linha eu estaria frito (rs). Mas aguarde... Minha vingança será maligna (rs)
Um abração

S0MBR4 disse...

Ozeas! Cuidado! Não existe ex-petralha...

Quanto a votar no menos pior, eu achei o meu: VOTO NULO!

PS:só pra implicar com o Senor Serjon!rsss

Alexandre, The Great disse...

Professor Ozéas.
O "voto de nariz tapado" é a metáfora perfeita para esta situação que nos impuseram 52 milhões de eleitores em 2002 (eu não faço parte deles).

Eu prefiro pensar assim: votarei naquele candidato que irá apear o molusco-bebum do poder. É um "candidato-anônimo", sem partido, sem rosto, amorfo. Poderia ser o Macaco Tião, mas infelizmente ele morreu. Eu não me declaro eleitor de Alkimin. Sabe por que?

Até a véspera da eleição o "candidato" pode ser outro, e aí?

Abs,