Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

11 julho, 2006

O inimigo é bem maior

Conforme notícia publicada hoje pelo Portal Terra, “mais da metade dos eleitores brasileiros não chegou a terminar o ciclo fundamental de oito anos de ensino, segundo levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Destaca a notícia que “dessa maioria, 6,5% são analfabetos, quase 17% sabem ler e escrever e 34% têm primeiro grau incompleto”.

Ainda, segundo os dados do TSE, que podem estar desatualizados, em razão das informações terem sido colhidas no momento em que o eleitor foi retirar seu título junto ao Cartório Eleitoral, somente “um terço dos votantes 28% está cursando ou terminou o segundo grau” e, apenas “um em cada vinte eleitores 5,65% dos eleitores cursa ou terminou o ensino superior”.

Admitidos como imprecisos os dados informados, mas que não devem estar afastados absalmente da realidade, esse é o desenho cultural do nosso eleitor.

Raciocinando pela simples ótica que existe atrás de cada “Blog Recomendado” (ali ao lado), um eleitor, chegamos a triste conclusão que diante de duas dezenas de pessoas um pouco mais esclarecidas, surgem outros 5.000 (isso mesmo, cinco mil!) eleitores, que correm sério risco de não compreender integralmente tudo que é postado, o número é ainda mais significativo, porque nessas contas foram desprezados aqueles que absolutamente desconhecem as palavras.

Como falta de escola é sinônimo de pouco dinheiro no bolso e o analfabetismo confunde-se com a miséria, estão mais que explicadas as razões da opção populista do operário-meu-patrão: enquanto distribui “bolsa-esmola”, não tira do gueto seus agradecidos eleitores; enquanto faz caridade e não trabalha para alterar a realidade educacional, mantém seu feudo eleitoral para se perpetuar no poder.

Só para confirmar as linhas mestras de mais essa opção pela miséria, quem ainda não sabe, tramita no Congresso Nacional proposta de Emenda Constitucional, determinando que sejam OBRIGATORIAMENTE investidos na educação superior, 75% do orçamento da educação federal, ou seja, restando somente 25% dirigidos para o ensino fundamental, que deverão ser distribuídos entre os Estados e Municípios, vez que o primeiro grau é municipal e o segundo estadual.

Esse é nosso universo e perfil eleitoral a ser enfrentado em outubro, não bastaram nossos Blogs de padrão cultural e econômico médio/alto para vencer o apedeuta maior, elle tem a máquina, o dinheiro e a miséria ao seu favor, o negócio então, é arregaçar as mangas e sair às ruas.

10 comentários:

S0MBR4 disse...

exatamente!
tratou com perfeição nossa limitação como agente de mudança nesse contexto eleitoral de 3o mundo!

Homem-Hipérbole disse...

Eu sonhei esses dias, que eu era um um dono de uma empresa multinacional do ramo de software e, dos 80% do meu patrimônio colossal que era doado à caridade, uma parte dele era investida num comercial, veiculado entre o primeiro e segundo bloco da novela das 8, onde ensinava a todo o povo como se votar nulo e os benefícios que esse ato poderia trazer ao país.

Mas isso não passou de um sonho...

Star disse...

Ozeas,

Os petistas não estão tão certos assim de uma vitória, eles podem comprar os resultados de pesquisas, mas estão cada dia mais longe do eleitorado e mais próximos da suas origens.

O PT através de sua verdadeira face, o PCC, volta a atacar São Paulo, não conformados que seu candidato, o quadrilheiro Mercadante, não tenha chance de ganhar as eleições no estado, o PT através de seus criminosos do PCC, tentam de todas as formas desestabilizarem o estado. Quem nasceu nos presídios e sempre viveu no crime e do crime, jamais poderá ser governo, sempre manterá suas patas nas masmorras.

Fiquem sabendo que se Lula for reeleito essa será uma constante em todas as cidades brasileiras, ou alguém acha que esses criminosos não quererão o seu quinhão?
Quem os controlará? Os mesmos que comandam esses criminosos são os mesmos que comandam o PT.

vera disse...

Acalme-se mestre: o povo sabe muito bem como andam as coisas no reinado do 'banana'. Até lá, o povo vai se inteirando da situação, tipo boca-a-boca. :-) Bjs

Alice disse...

Olha na minha opinião , o povo pode não ter estudo Ozéas , mas uma grande parcela tem vivência e vai saber escolher muito bem .
Bjins

Serjão disse...

Entendo a sua associação. Mas eu sou um pouco mais otimista do que o Sombra e já tive certos embates com ele sobre isso. A classe média sempre foi formadora de opinião; E não tinha o instrumento do Blog. Claro que não ganharemos nehuma eleição. Mas não tenho dúvida que algum barulho a gente faz. Um abarção

Ricardo Rayol disse...

Ou então basta algum malandro apresentar uma isca maior que o povão vai atrás.... como será viver na Rômenia?

Aluizio Amorim disse...

Ozéas,

concordo com o Serjão. A classe média, embora esmagada, ainda é formadora de opinião. E a internet, com o aparecimento dos blogs, ampliou enormemente a circulação da informação. Tanto isto e um fato que a mídia tradicional já vive uma intensa crise. O vetusto Financial Times já unificou a redação com a estrutura de web. Diversos jornais online já oferecem a ferramenta de comentários para os leitores. E isto foi copiado dos blogs que vieram para ficar e já estão causando um tremendo impacto sobre a mídia tradicional.

Abs
Aluízio Amorim

Alexandre, The Great disse...

Professor Ozéas.

A generalização gera o equívoco de subestimar a classe média, os aposentados e parte dos funcionários públicos que, em 2002, ajudaram a colocar "sob a espada de Dâmocles" o operário-seu-patrão; sem os quais, hodiernamente, ter-se-á inviabilizada a sua pretensão continuísta.

Abs,

Anônimo disse...

Keep up the good work » »