Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

21 dezembro, 2005

Silêncio solene

Meus amigos do Blog são incansáveis, comentam meus textos e ainda conseguem fazer alguns elogios, mais pela amizade que pelas qualidades dos artigos, mas não deixam de dar um pitaco construtivo e crítico, abrilhantando com suas participações assuntos, que não raras vezes, nos são tão incomodativos.

Entre uma crise renal e uma correção de prova de final de ano, postei no dia 14 de dezembro sobre um tema que sou particularmente fã, a pena de morte. Sob o título de “Quando o Estado é criminoso”, chamei ao debate a questão e, qual não foi minha surpresa, silêncio total dos leitores, nenhuma pedra atirada, nenhuma bandeira desfraldada, simplesmente nenhum comentário.

Vez por outra a gente erra na mão, perde o tema certo e não agrada a ninguém. Mas certamente, dessa vez acho que o principal obstáculo ficou por conta de minhas posições, evidentemente contrário as execuções oficiais. Abri o debate e recebi o silêncio, entendi o recado e respeitei o não.

Como diria vovó: “Quem tem Blog escreve o que quer, quem comenta, fala se quiser”.

7 comentários:

Vera disse...

Ozéas: a pena de morte ainda é um "tabu" para os leigos como eu. Acho que deveria sim existir, quando há provas concretas. Não creio que o Brasil esteja preparado para isso. Sou a favor da prisão perpétua. BEIJOS E FELIZ NATAL AMIGO OZÉAS!!!

Marcos disse...

Caro Ozeas:

Quem ficou espantado agota fui eu, será que eu hibernei e não vi este post?, impossível não tem ninguém que goste mais de dar pitaco do que eu!!!!, mas este tema é espinhudo mesmo, sou pela teoria que se houver pena de morte vai valer só para os três Ps: Preto, puta e pobre, o dia que o país se civilizar ai sim dá para pensar em algo mais drasticos, apesar que em alguns casos o sangue sobe e o desejo por sangue é forte...

Abçs

Marcos
www.gotasdefel.blig.ig.com.br

Alice disse...

O meu silêncio Ozéas ,no caso
representa reflexão , sempre fui contra ,achava um absurdo, agora nem sei mais .
Bjins

Ricardo Rayol disse...

Cara, pena de morte é complicado com a justissia que temos, mas pelo menos uma perpetuazinha tinha que rolar, em solitária até os dias da morte.

Elaine disse...

Continuo sendo contra ozéas, mas no "rolo compressor" se bandido cair eu não tenho pena.
Beijos...Elaine

Santa disse...

Passei para brindar a noite de Natal. Dei um tempo nas críticas lá no blog. Sei que os blogs amigos estão vigilantes. Obrigada por tudo. Que tenhas um grande ano de 2006. Bjs.

Anônimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP » »