Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

08 dezembro, 2005

Questões provincianas

Reassumindo o Blog, devidamente vigiado pelos amigos, em retorno do meu passeio pela “terra do faz de conta” ou do “me engana que eu gosto”, volto a postar trazendo só para registro uma questão “provinciana”.

Em Niterói existe uma estrada que liga as regiões sul e oceânicas da cidade, chama-se “Estrada Velha de Itaipu”, foi construída ainda no governo do interventor do Estado do Rio de Janeiro Faria Lima e do prefeito de Niterói Ronaldo Fabrício, também nomeado pela ditadura.

Quando de sua construção, não faltaram avisos que deveriam ser utilizadas manilhas com maior diâmetro e bem reforçadas, isso porque o solo não era dos mais confiáveis e com o passar do tempo, o aumento do volume de tráfego e claro, com a possibilidade de chuvas mais fortes, poderiam colocar em risco toda a estrada e a vida de seus usuários.

Pois bem, com as fortes chuvas que castigaram a cidade nas últimas semanas, não deu outra, a coisa de 20 dias a estrada desceu ladeira abaixo, e por obra do divino espírito santo, ninguém saiu ferido.

Alguns especialistas advertem que tem mais chão para cair, outros pontos da estrada também estariam comprometidos, tudo por causa de obras superfaturadas, abrigadas pelo manto da impunidade que toda ditadura trás em seu bojo.

A propósito, o construtor da obra faleceu, mas deixou a conta ao município, uma dívida de milhões que foi discutida judicialmente, mas para infortúnio de nós contribuintes, em última instância, teremos que pagar.

Quanto ao antigo prefeito nomeado, Ronaldo Fabrício, esse continua vivo.

3 comentários:

Vera disse...

Bem vindo Ozéas! A coisa aí na estrada tá mesmo ruim hein? Acabou a rodovia! Beijos

Marcelo Orlando disse...

Fala Ozéas!!

É simplesmente revoltante.....

abços...

Saramar disse...

Ozéas, estou muito longe, mas aqui não é diferente. Na semana passada, o ônibus em que estava minha secretária caiu junto com a ponte que atravessava. Graças a Deus, só houve uns machucados leves nos passageiros, mas imagine que horror....

Como você está de saúde? Melhorou?