Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

04 dezembro, 2005

Imperdível

Convencido por uma crítica que li de Dominique Valansi, resolvi arriscar mais uma vez no cinema brasileiro, desta vez satisfeito, posso dizer que não me decepcionei.

Num belíssimo documentário o diretor Miguel Faria Júnior produziu o filme “Vinícius”, narrou o cineasta a trajetória de um dos maiores poetas modernos que o Brasil já teve, apresentou a vida e a obra do “poetinha” desde seus tempos de infância na Gávea/RJ, até sua derradeira declaração de partida.

O filme desnuda um personagem fantástico, sedutor, belo e generoso, que rompeu com barreiras e padrões na arte de escrever a poesia. Seu dinâmico roteiro apresenta um homem apaixonado por todas as mulheres, mas credor de seu grande amor, um artista vibrante e boêmio, que se dava a todos e encantava a quem dele se aproximasse.

Sai do cinema com o coração mais feliz e de bem com a vida, além de ter podido conhecer um pouco mais da história desse fantástico artista brasileiro, brasileiro de verdade. Depois do filme na minha mente criou-se uma nova imagem, que Vinícius de Moraes foi nosso Pablo Picasso da poesia, com todos seus conflitos, paixões e seu principal vício, de querer viver a vida em toda sua intensidade, até o fim, ou como preferirem, até o último gole.

6 comentários:

Marcelo Orlando disse...

Olá Mr Ozéas!!
Dá sempre um frio na barriga assistir uma produção nacional... São tantas que eu não gostei e fico com medo de me arriscar em tantas outras investidas.... Que bom que essa foi boa e construtiva... abços...

Marcelo Orlando disse...

Desculpa Ozéas mas..............

MEU VERDÃO VAI PRA LIBERTADORES

e você é o único tricolor carioca que eu conheço...

tenho que tirar uma com alguém e você foi o escolhido.....

abços...

Serjão disse...

Eu de vez em quando me surpreendo com o Cinema nacional. Gostei muito de "Amarelo Manga". Valeu pela Dica. Abraços
Em tempo: Lamento pelo Flu. Não foi o Palmeiras que ganhou e sim vocês que perderam. Aliás como haviam perdido a Copa do Brasil

Vera disse...

Ozéas:
O Vinícius de Moraes era um boêmio cativante, pela sua alma de poeta. Quero ver o filme! Bjs de montão!

Saramar disse...

Ozeas, ainda não chegou aqui. Estou ansiosíssima para ver. Sou total e absolutamente apaixonada pelo Vinícius.
Obrigada
Beijo

Alice disse...

Vou esperar chegar aqui :)
bjins