Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

21 dezembro, 2005

Citrato de Potássio – Litocit

Recomendado a desenvolver e processar dois litros de xixi por dia, o que implica num quase afogamento por ingestão de água, já que não adianta beber a quantidade de líquido indicado, porque o organismo retém boa parte ingerida, ou transpiramos outros tantos mililitros, acho que finalmente “ela” se foi.

Deve ter descido por algum duto bem mais largo que minha ureter, corrido em direção ao seu destino até sua quase total dissolução, já que algum átomo ainda registrará para sempre sua existência. Foi-se a “pedra”.

Auxiliado por doses generosas de citrato de potácio, debastei a pequena pedra bruta, arredondei suas bordas e dei passagem para seu natural caminho. Sem dor volto a sorrir livremente. Agradeço aos amigos toda forma de solidariedade.

Ainda bem, vem por ai muito “líquido de especial qualidade" nas festas de final de ano.

5 comentários:

Vera disse...

Caro Ozéas: existe um tratamento no Brasil que elimina os cálculos renais, com lazer eu acho. Pesquise, beijos e a cerveja é um "santo remédio"...rsrs

Vanessa Valentin disse...

Que bom que melhorou...e o tratamento com laser existe sim, minha cunhada fez, mas depende do tamanho das pedras, em um rin ela fez com laser, no outro teve bisturi mesmo... Bjs, td de bom.

Alice disse...

Que bom , né ? pelo menos nãao vai ter mais dor :)
Bjins

Elaine disse...

Aeeee hein! conseguiu expulsar aquilo que não te pertencia!!! Affe nossa! Por onde saiu mesmo?
Que bom que vc se livrou dessa dor horrível!
beijos...Elaine

CARLOS NASCIMENTO disse...

Laser? Mentira. Os caras disparam uma descarga elétrica em cima da pedra. Em alguns casos funciona, em outros não tão bem. Porém trata-se de uma opção interessante.