Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

14 março, 2006

Era uma vez a vaca Vitória, que deu um pum... e acabou a estória



"O exército, já tão desgastado pela falta de investimentos, já humilhado pelo próprio roubo de que foi vítima, ainda se presta a esse papel triste de desrespeitar a lei, gastando uma fortuna em uma operação inútil. Isso só pode ser coisa de mentes malignas, sei não. Parece até feito de propósito para desmoralizar essa arma. Com esse governo aí, tudo é possível" (Saramar - Blogueira de 1ª)

8 comentários:

Santa disse...

O exército desmoralizado é a soberania nacional comprometida. Penso que o projeto é esse, o contínuo enfraquecimento das instituições, além de desviar atenção dos reais problemas da nação, que afetam diretamente o candidato (Presidente).
Bjs

Walter Carrilho disse...

Putz, tb tô correndo...
aguarde um post sobre mais essa emocionante aventura do exercito... me aguardem...

Saramar disse...

Ora, estou insuportavelmente vaidosa! Ser assim citada por meu mestre!!!
Obrigada pelo exagero.

Beijos

+ Kazzx + disse...

Caro Ozeas:

Visto assim até que uma teoria da conspiração cairia bem e não seria tão maluca assim não....abçs
e parabéns para a Saramar..

Abçs

Jacaré Doido disse...

Concordo com a Saramar. E o Lula ficou quietinho, pois essa operação prejudica o Garotinho. O governo tinha que ter se manifestado.

Serjão disse...

Discordo, Não vejo nada de inútil. Talvez pudesse ter algum outro viés ou outra opreracionalidade mas concordo com o Nemerson. Algum posicionamento tinha que ser feito. Até mesmo para que o exército mantivesse a moral. Discordo frontalmente.

Vera disse...

Mestre Ozéas: meu aplauso vai para você e para Saramar, bem colocado o desgaste do exército assim como da polícia (por falta de investimento) é uma cruel realidade do atual desgoverno. :-) Bjs de fãzona

Ricardo Rayol disse...

Puro revanchismo de uma cambada de incompetentes