Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

08 abril, 2006

Feijões

Não é novidade para ninguém que o envio do “cosmonauta” brasileiro Marcos Pontes a Estação Espacial Internacional (ISS), custou só de passagem na Soyuz (já incluída taxa de embarque) a bagatela de 10 milhões de dólares.

Sustentam os defensores do “Gagari” tupiniquim que sua façanha abrirá o caminho para muitos jovens brasileiros, pretendentes à pesquisa e a exploração científica, além do que, as experiências realizadas(?) por Marcos Pontes serão úteis ao conhecimento e avanço científico nacional.

Ao optar pela “conquista do espaço” o país abriu mão, por exemplo, da oportunidade de formar no mínimo 463 Pós-Doutores de nível internacional, nas mais diversas áreas do saber, isso em razão de uma política científica equivocada, ufanista e despreparada.

Explico, o valor pago pelo governo federal à um bolsista de Pós-Doutorado nos EUA (poderia ser em qualquer parte do mundo, com valores equivalentes), é de US$ 1.800 mensais (fonte:
tabela CNPQ), levando em conta que um curso de Pós-Doutorado tem duração média de seis a doze meses (fonte: normas CNPQ), um cientista formado nos EUA, custa ao Brasil US$ 1.800 X 12 meses, ou seja, US$ 21.600 dólares. Se dividirmos os US$ 10.000.000 pelo custo individual de cada bolsista, chegaremos aos equivalentes 463 formados. Portanto, a aventura brasileira no espaço poderia ter criado uma reserva científica significativa, nos mais variados campos de conhecimento e pesquisa.

Tal como nos contos de fadas, onde João trocou sua velha vaca por grãos mágicos de feijão, trocamos 463 cientistas top de linha, por meia dúzia de brotos germinados na gravidade zero. A diferença é que na estorinha a vaca era do João e no final havia uma galinha que botava ovos de ouro, pagando todo prejuízo de seus sonhos, aqui na realidade, quem acaba pagando a conta somos nós.

23 comentários:

Ricardo Rayol disse...

A conta está certa mas a atitude não. O (des)governo, anterior e atual, são coerentes. Ao invés de formar tantos luminares, onde ainda teriam que investir em centrtos de pesquisa avançada que seriam destruidos pelo MST, gastam uma vez só e deixam que os futuros astronautas se virem como puderem para chegar lá.

Marco Aurélio disse...

Ozeas

Muita gente achou um desperdício de dinheiro público esta ida de Marcos Pontes á ISS. É bom lembrar dos 158 bilhões DADOS recentemente aos bancos. O que são 20 milhões de reais perto desta cifra? O custo benefício da ida do cosmonauta brasileiro ao espaço foi sem dúvida positivo. Já consegui detectar entre meus alunos alguns benefícios e uma pontada de inspiração.

Um abraço

Marco Aurélio

luma disse...

Quem garante que o governo federal manda esse número de bolsistas pos graduarem nos EUA? Vale mais 1 voando do que 463 em terra.
Boa semana!! Beijus

S0MBR4 disse...

Puxa! Até que enfim uma comparação qualitativa de gastos inteligente na internet.

O grande problema é que educar o país é meléfico aos projetos de poder dos atuais partidos.

Pq educar se no quadro atual eles podem manipular a maioria dos eleitores?

Walter Carrilho disse...

Que tal vender cada feijão plantado no espaço por ...sei lá... um milhão? Acho que paga a conta!

AZIMUTH disse...

Amigo, concordo com o comentário do Marco Aurélio. Pelo custo-benefício, acho que valeu o investimento.
Abs,
N. Cotrim

Santa disse...

Meu querido. Agradeço por manter o meu Blog vivo. Que saudades!!
Beijos!!!! Santa.

Vera disse...

Olá mestre Ozéas: isso vai servir para campanha de Lula. Um turista brasileiro foi ao espaço observar o trabalho de russos e americanos, pelo menos o nosso astronauta Marcos Pontes, é bastante simpático...rsrs. ;-) Bjs de fã

+ Kazzx + disse...

Caro Ozeas:

Não há saldo positivo, faz pena dizer que muitas crianças vão se inspirar em seu exemplo, só serviu mesmo para servir de triunfo besta deste governo que não tem nada para mostar, estou com você...

Abçs

Star disse...

Ozeas,

Esse governo é do tempo em que construir um chafariz dava mais voto do que construir uma estrada.

Pior de tudo é que, o povo ainda prefere o chafariz.

Feliz Páscoa

Alexandre, The Great disse...

Perfeita a metáfora, professor.

E aí, esqueceu dos "pobres"? Nunca mais me visitou.

Saudações TRICOLORES!

Bento Paraguaçu disse...

Fala professor!! A sua opinião é extremamente importante para a sustentação consolidação deste ultra-mega-projeto de reestruturação da educação brasileira que foi lançado lá no "Provocadores". Como declarou abertamente desprezar o hábito da leitura, o nosso mandatário pareceu bem solidário com a nossa proposta. Fiz um super resumo das obras clássicas literárias mais importantes de todos os tempos, em cinco minutos no "Provocadores", você terá lido ao equivalente à 7000 páginas. Duvida, professor?? Então, espero lá a sua visita!!
Abraço

claudia disse...

só pra variar...

um beijo grande

vera disse...

Olá mestre Ozéas: temos apoio é o QUERO MAIS BRASIL, postei agora e já estou nessa! Lá poderemos botar a boca no trombone...rsrs. :-) bjs

Blogue da Magui disse...

Muito bem falado. A m�dia parece que j� percebeu que esse Astr�nauta Que Ri realizou o seu sonho nas costas de um povo que tem um governo megal�mano .Uma vergonha!
http://somagui.blogspot.com

Blogue da Magui disse...

Muito bem falado. A m�dia parece que j� percebeu que esse Astr�nauta Que Ri realizou o seu sonho nas costas de um povo que tem um governo megal�mano .Uma vergonha!
http://somagui.blogspot.com

vera disse...

Mestre Ozéas: FELIZ PÁSCOA!!!

Angela disse...

Ozeas

Para você, sua família e amigos...

FELIZ PÁSCOA!

Saramar disse...

Ozeas, boa trde.

Passei para desejar a você a seus familiares feliz páscoa, cheia de carinhos e chocolates.

Beijos

Alice disse...

Tem hora Ozéas , que dá vontade de desistir ou se fingir de lesa ,prá que investir na educação ? se podem dar pão e circo .
Bjins

Santa disse...

Boa Páscoa meu querido Ozéas!

Jacaré Doido disse...

Lula só pensa na publicidade que a viagem do cosmonauta plantador de feijões pode render. Feliz páscoa Ozéas.

Alzira disse...

Ozéas,
Trago o desejo que sua Páscoa
seja repleta de Amor, paz e saúde.
Que todas as suas esperanças sejam
renovadas e que aquele que
nos deu a vida possa abençoá-lo sempre!
Beijinhos pascoais,
Alzira