Minhas opiniões e publicações, expostas neste espaço, são reflexões acadêmicas de um cidadão-eleitor, publicadas ao abrigo do direito constitucional da liberdade de expressão

"Por favor, leia devagar." (Ferreira Gullar)

30 abril, 2006

Essa nos já perdemos

A foto está publicada neste domingo pelo O Globo, mostra o exército boliviano “protegendo” as instalações de gás da Petrobrás, localizadas em San Antonio.

São mais de US$ 1.000.000.000 (um bilhão de dólares) investidos pela empresa, leia-se pelo Brasil, leia-se por nós, naquele país, que estão sendo defenestrados sob o olhar passivo do operário-meu-patrão. Estratégico e significativo patrimônio nacional que já nos parece perdido.

Alguns países no mundo chegariam ao ponto limite da ameaça de intervenção armada em solo alienígena, para garantir sua soberania e fazer valer contrato de investimento tão vultoso. Não defendemos ação tão rigorosa, mas também não admitimos assistir de maneira tão subordinada e negligente, a expropriação do patrimônio nacional, sob o argumento de proteção de reservas energéticas daquele país.

A ameaça xenofóbica boliviana deve ser tratada pelo Brasil não como um sonho continental de libertação, como vem sendo entendido até agora pelo operário-meu-patrão, muito pelo contrário.

O governo boliviano ao expulsar de seu país um investidor que pretendia a construção de termelétrica na fronteira com o Brasil (
leia mais), ou diante da expropriação das instalações da Petrobrás ora em curso, o que particularmente nos atinge como país interessado, sob o olhar inoperante do governo brasileiro, afugenta novos investimentos na América do Sul como um todo, alvejando por via oblíqua o crescimento brasileiro, que passa a ser confundindo no todo com um continente de risco para o capital produtivo internacional.

5 comentários:

vera disse...

Olá querido mestre Ozéas: com eles no poder a América Latina vai pro saco... Bom feriado amigo, :-) um grande beijo de fãzona.

Walter Carrilho disse...

Vamos levar mais um nabo. A diplomacia brasileira está ocupada demais fazendo salamaleques ao Chaves (o político, não o personagem mexicano, ok?). E não foi o Lula que defendeu o atual presidente da Bolívia? É isso aí..graaaande estadista!

Alexandre, The Great disse...

Professor Ozéas.
Lembra-se daquele cientista político da UFRJ que no final do ano passado concedeu uma entrevista alertando para o risco da utilização de critérios políticos em lugar de técnicos nos investimentos da PETROBRÁS tanto na Bolívia, como na Venezuela e que foi atacado de todos os lados pelo PT?
Êle falava justamente deste "empreendimento" na Bolívia. Agora vemos no que deu, uma tremenda "bola fora".

Por falar em "bola fora"...

Star disse...

Ozeas,

Analisando esses vermelhinhos e suas atitudes, se vê que são pessoas emocionalmente imaturas, que não aprenderam a viver e sobreviver por si mesmas, eles precisam pertencer a algo "superior", onde seus iguais os protejam.
Só que a realidade é mais cruel, as pessoas, os países e as economias mundiais, sejam de cor forem, vivem por si e para si.

É briga de cachorro grande!

Lula e quadrilha são cachorrinhos.

Eu tenho dois comments porque eu sou espaçosa!

Bom dia feriado!

Beijo

Ricardo Rayol disse...

Até que estão tentando, timnidamente, fazer o cocainomano reconsiderar. Lula. ao invés de baixar a porrada pediu ajuda ao Hugo Chaves, que exporta para os EUA, para intervir. Vamos pagar o pato?